Detectamos que você está usando um navegador desatualizado. Isso impedirá que você acesse certos recursos. Atualizar navegador

MX3D bridge

Segurança no setor de manufatura aditiva.

A maior ênfase na garantia na manufatura aditiva reflete um setor ingressando em uma nova etapa de sua jornada rumo à maturidade. É importante e urgente desenvolver confiança em produtos de manufatura aditiva, argumenta Andy Imrie do LR.

Já se passaram quase 2 mil anos desde que um dos grandes filósofos de Roma, Tácito, apontou a ligação entre risco e inovação quando disse: “O desejo por segurança se opõe a todo grande e nobre empreendimento.”

Embora sua afirmação esteja correta, ele deixou de observar que a má gestão do risco pode ser igualmente catastrófica para o progresso como pode ser atestado pela indústria nuclear. 

Na área da AM, o “desejo de segurança” não tem sido uma barreira para o progresso. Essa técnica de fabricação revolucionária tem sido aplicada de maneira esmagadora em áreas críticas não relacionadas à segurança, com reguladores – notadamente nas áreas aeroespacial e da medicina – que se adaptam relativamente rápido.

No entanto, observando o panorama mais amplo, há sinais de que as forças econômicas, políticas e competitivas estão se combinando para forçar a aceleração do ritmo da mudança. Quando isso acontecer, será fundamental manter a confiança e a segurança na tecnologia. 

Com impactos que vão muito além da fabricação e do fornecimento, dois eventos no ano passado destacam os ganhos potenciais que a manufatura aditiva tem a oferecer.

Em escala, os dois eventos não se comparariam normalmente, mas a influência que exerceram no setor de manufatura global e nas cadeias de fornecimento tem sido catastrófica na mesma medida.

A pandemia global e o encalhamento do navio Ever Given no Canal de Suez testaram as cadeias de fornecimento até o limite, expondo como a produção e o abastecimento modernos se tornaram amplos, complexos e fragmentados.

Os dados do Lloyd's List sugerem que, para cada dia que o Ever Given bloqueou o canal, cerca de US$ 9,6 bilhões de comércio foram retidos.

Talvez não surpreenda que tanto a escala como a gravidade desses eventos tenham feito com que as empresas lançassem um novo olhar para o potencial da AM de reduzir a complexidade e a distribuição geográfica de suas cadeias de fornecimento. 

Politicamente, também, os ventos da mudança estão soprando a favor da manufatura aditiva. À medida que um mundo melhor e mais verde é reconstruído, podemos esperar uma legislação que favoreça a economia circular.

A entusiástica adoção pelo governo do Reino Unido após o Brexit da regulamentação de “eco-design” da UE é um exemplo disso. Com a exigência por lei de que os bens manufaturados sejam mais facilmente reparados, apresentem maior durabilidade e tenham peças sobressalentes disponíveis sob demanda, a oportunidade para a AM atender a essa necessidade é óbvia. Também em contextos industriais, a manufatura aditiva promete um antídoto para o rápido crescimento da obsolescência que acompanhou o progresso tecnológico e digital.

Nesse contexto, observamos uma mudança de mentalidade de “protótipo” para “produção” entre as empresas de AM e um foco maior na remoção de riscos de sua cadeia de fornecimento. Um desafio urgente em um cenário complexo e em constante mudança.

Em casos mais estabelecidos, a certificação já está bem desenvolvida, mas em outros, à medida que os produtos AM são usados ​​em aplicações mais críticas de segurança, a garantia está crescendo rapidamente na agenda.

Aproximadamente 60 normas de certificação ISO/ATSM estão sendo criadas no momento para assegurar sua relevância e aplicabilidade aos produtos e processos da manufatura aditiva

Por meio da ISO 52920, os fabricantes logo poderão garantir que suas instalações estejam qualificadas e aproximadamente 60 normas de certificação ISO/ATSM estão sendo criadas no momento para assegurar sua relevância e aplicabilidade aos produtos e processos da manufatura aditiva.

Contudo, a qualificação das instalações está avançando mais rapidamente do que a certificação, o que é um dos motivos pelos quais, já em 2015, publicamos a primeira de uma série de notas de orientação para a adoção segura da tecnologia AM. Essa orientação, que abrange design, materiais, produção, inspeção e testes, antecipou o crescimento rápido e disruptivo do setor e cria uma rota de segurança para as empresas que procuram se antecipar à curva de garantia.

Em uma área tão competitiva e em rápida mudança, muitas empresas já estão optando por definir a agenda de assurance.

Nosso cliente, a MX3D, é um exemplo perfeito. Usando nossas notas de orientação como ponto de partida, essa empresa holandesa inovadora nos procurou para serviços de treinamento e consultoria, enquanto se prepara para certificar suas capacidades de manufatura aditiva por arco de fio elétrico. Tendo obtido recentemente € 2,25 milhões de financiamento para apoiar o crescimento, a MX3D reconhece que garantir aos clientes que os produtos AM são seguros, confiáveis ​​e da mais alta qualidade é parte integrante da jornada.

Seja impulsionado por reguladores, organismos de normalização ou pela própria indústria, o surgimento de uma cultura de assurance na manufatura aditiva tornará ainda mais provável que essa grande empresa cumpra essa promessa.

Saiba mais sobre os serviços de manufatura aditiva do LR.

[Foto: MX3D: a primeira ponte de aço impressa em 3D em tamanho real do mundo]

INSIGHTS

O que pensamos

Os especialistas do LR compartilham regularmente suas pesquisas e insights.

Entre em contato

Apertar enter ou seta para pesquisar Apertar enter para pesquisar

Ícone de pesquisa

O que você está procurando?